Faça uma monografia perfeita!

Faça parte da nossa lista exclusiva de acadêmicos e receba dicas imperdíveis para seu TCC.

Não gostamos de SPAM assim como você!

Acesso a informações sobre como evitar problemas bucais entre escolares da Rede Pública de Ensino

AUTOR(ES)
FONTE

Ciênc. saúde coletiva

DATA DE PUBLICAÇÃO

2015-01

RESUMO

O presente estudo propõe-se a identificar a prevalência do acesso a informações sobre como evitar problemas bucais entre escolares da rede pública de ensino, assim como os fatores associados a este acesso. Trata-se de um estudo transversal e analítico conduzido entre escolares de 12 anos de idade de um município brasileiro de grande porte populacional. Os exames foram realizados por 24 cirurgiões-dentistas treinados e calibrados com auxilio de 24 anotadores. A coleta de dados ocorreu em 36 escolas sorteadas das 89 escolas públicas do município. Foram conduzidas análises descritivas, univariadas e múltiplas. Dos 2510 escolares incluídos no estudo, 2211 relataram já ter recebido informações sobre como evitar problemas bucais. O acesso a tais informações foi maior entre os que utilizaram serviços odontológicos privado/convênio; e menor entre aqueles que utilizaram o serviço para tratamento, os que avaliaram o serviço como regular ou ruim/péssimo, os que utilizam como meio de higiene bucal somente escova dente/escova dente e higienização a língua e os que relataram não estarem satisfeitos com a aparência de seus dentes. Conclui-se que a maioria dos escolares teve acesso a informações sobre como evitar problemas bucais, o qual esteve associado a características dos serviços de saúde, comportamentos e desfechos de saúde.The scope of this study is to identify the prevalence of access to information about how to prevent oral problems among schoolchildren in the public school network, as well as the factors associated with such access. This is a cross-sectional and analytical study conducted among 12-year-old schoolchildren in a Brazilian municipality with a large population. The examinations were performed by 24 trained dentists and calibrated with the aid of 24 recorders. Data collection occurred in 36 public schools selected from the 89 public schools of the city. Descriptive, univariate and multiple analyses were conducted. Of the 2510 schoolchildren included in the study, 2211 reported having received information about how to prevent oral problems. Access to such information was greater among those who used private dental services; and lower among those who used the service for treatment, who evaluated the service as regular or bad/awful. The latter use toothbrush only or toothbrush and tongue scrubbing as a means of oral hygiene and who reported not being satisfied with the appearance of their teeth. The conclusion drawn is that the majority of schoolchildren had access to information about how to prevent oral problems, though access was associated with the characteristics of health services, health behavior and outcomes.

ASSUNTO(S)

health sciences




Comentários