A VIVÊNCIA DO AMBIENTE HOSPITALAR PELA EQUIPE DE ENFERMAGEM

AUTOR(ES)
FONTE

IBICT

DATA DE PUBLICAÇÃO

21/06/2011

RESUMO

O ambiente hospitalar é composto por várias equipes de trabalho, incluindo a de enfermagem que se apresenta, na maioria das vezes, como o de maior contato entre o paciente e a instituição. Isso implica dizer que a equipe passa um longo período dentro deste ambiente de trabalho. Conhecer a equipe, e o que a mesma necessita é de suma importância, pois é ela quem presta cuidados diretamente ao paciente e necessita estar bem tanto fisicamente quanto psicologicamente. É necessário, portanto, um maior cuidado com esta classe trabalhadora, pois dentro do seu âmbito de atuação as influências da estrutura, as relações e o ambiente de trabalho podem interferir na sua produção profissional. Esta dissertação objetiva mostrar a vivência do profissional de enfermagem em um hospital de pequeno porte no interior de Goiás. Trata-se de uma pesquisa qualitativa, pautada nos princípios da teoria fundamentada nos dados. Foi realizada uma observação de campo, seguida de entrevistas com 17 profissionais. Como pontos negativos os trabalhadores percebem o espaço edificado como deficiente no que diz respeito à ergonomia, ao dimensionamento do espaço, ao conforto visual e à circulação do ar. A ausência de contato com a natureza também é vista como deficiência. O conforto visual poderia ser melhorado pela natureza no ambiente, com a criação de um jardim. É ainda fundamental a adequação das cores e da iluminação. As relações interpessoais com o usuário e os colegas são percebidas como boas. Podem ocorrer conflitos dentro da equipe que interferem na assistência prestada, mas são problemas devidos à organização do hospital, que são percebidos como causa de mal-estar dos usuários. Como pontos positivos revelados os participantes demonstram amor pela profissão e têm consciência da importância do bom relacionamento da equipe e da contribuição de cada um para melhor desempenho das funções. Sentem, porém, falta de participação nas decisões da organização. O trabalho desvela uma dimensão político-gerencial na maneira como os participantes vivenciam seu ambiente de trabalho. Muitos têm compreensão das falhas no nível do gerenciamento, por isso têm também anseios, críticas e sugestões para oferecer ao gestor da organização. Sentem-se afastados do núcleo de decisões, mas percebem várias maneiras que poderiam amenizar problemas práticos e manejar dificuldades criadas pelas deficiências da estrutura e da administração.

ASSUNTO(S)

ambiente de trabalho equipe de enfermagem humanização da assistência ciencias da saude work environment nursing staff humanization of assistance

Documentos Relacionados