A seleção brasileira de escritores nos livros didáticos dos anos 70

AUTOR(ES)
FONTE

Educ. rev.

DATA DE PUBLICAÇÃO

28/02/2014

RESUMO

O objetivo deste texto é tratar da seleção de autores da literatura brasileira que entrou na escola pelas páginas de livros didáticos de 5ª a 8ª série do 1º grau, investigar os critérios dessa seleção durante a década de 70, no contexto da ditadura, e suas relações com a produção literária. Dialogando com estudo anterior realizado pelo escritor Osman Lins, a análise incide sobre cinco coleções didáticas de português, consideradas como antologias escolares que contribuíram tanto para a preservação do cânone brasileiro quanto para a formação de leitores e a democratização da cultura letrada. Por fim, analisa-se o caso de um escritor frequente nos livros didáticos, Stanislaw Ponte Preta, que, tendo sido autor de textos de crítica à ditadura, esteve representado na escola apenas como autor de textos humorísticos.This paper's aim is to treat the selection of authors in the Brazilian literature that entered the school through the pages of textbooks from the 5th to the 8th grades, investigating the criteria of this selection in the 70s, in the dictatorship context, and its relations with the literary production. In dialogue with a previous study conducted by the writer Osman Lins, the analysis focuses on five Portuguese teaching collections, considered as school anthologies that have contributed so much to the preservation of the Brazilian canon as well as to the formation of readers and democratization of literacy. Finally, we analyze the case of a frequent writer of textbooks, Stanislaw Ponte Preta, that, having authored critical texts against the Brazilian dictatorship, was represented at the school just as the author of humorous texts.

ASSUNTO(S)

human sciences

Documentos Relacionados