A quitosana como biomaterial odontológico: estado da arte

AUTOR(ES)
FONTE

Rev. Bras. Eng. Bioméd.

DATA DE PUBLICAÇÃO

28/02/2013

RESUMO

A impossibilidade de erradicar completamente os microrganismos da cavidade oral ou dos canais radiculares estimula a procura de novos materiais que permitam cada vez mais eficazmente, controlar ou prevenir o aparecimento de infeções. A quitosana é um biopolímero com uma estrutura química e características únicas que permitem que apresente excelente biocompatibilidade e que seja facilmente processado. A panóplia de aplicações é tão fascinante como ainda mal conhecida. A constatação do potencial e do valor industrial deste biopolímero conduziu à sua utilização em muitas aplicações de interesse tecnológico e, de uma forma acentuada, na área biomédica. As suas propriedades anti-oxidantes, anti-microbianas, anti-inflamatórias, cicatrizante e de inibição da formação de biofilmes tornam a sua aplicação na odontologia particularmente interessante. Com este trabalho pretendeu-se rever a literatura existente sobre aplicações da quitosana na área odontológica.The impossibility to completely eradicate the microorganisms from the oral cavity or from root canals has stimulated the search for new materials that efficiently prevent infections. Chitosan is a biopolymer with a unique chemical structure that renders it with outstanding biocompatibility and easy processing characteristics. The array of applications available is fascinating, as well as poorly understood. The industrial possibilities led to its use in several applications of varied technological interests, and especially in the biomedical area. Furthermore, its anti-oxidant, anti-microbial, anti-inflammatory, wound healing and biofilm inhibiting properties make it especially attractive to be used in the odontological arena. In this review, we address the state of the art on chitosan-based applications for odontology.

ASSUNTO(S)

engineering

Documentos Relacionados