A experiência de planejar e operacionalizar o PMAQ-AB no estado do Acre

AUTOR(ES)
FONTE

Saúde debate

DATA DE PUBLICAÇÃO

2014-10

RESUMO

Trata-se de um relato de experiência sobre o processo de implementação do Programa Nacional de Melhoria do Acesso e da Qualidade da Atenção, nas fases de Avaliação Externa e Censo, das Unidades da atenção básica no estado do Acre. Foram avaliadas 35 equipes de Atenção Básica e realizado em censo em 224 UBS. Este artigo está organizado a partir de uma breve caracterização do estado e das regiões de saúde, análise do planejamento e operacionalização da Avaliação Externa, suas peculiaridadese desafios. Como aprendizado para a equipe de avaliação, dois aspectos se destacaram, como o uso do planejamento como ferramenta norteadora e flexível e da articulação institucional como mediador e redutor de conflitos institucionais. Para as equipes de saúde, foi importante reconhecer a necessidade de realizar avaliação e planejamento periódicos.This article is an experience report on the implementation process of evaluation of basic care in the state of Acre. 35 UBS were evaluated and 224 censuses conducted. It is organized from a brief characterization of the State and the health regions, planning and implementing evaluation. As a result two important aspects of this process stood out like the using of planning as a guiding and flexible toll, and institutional coordination as a mediator and reducing institutional conflicts. For the health teams, learning it was important to recognize the need for periodic reviews and planning.

ASSUNTO(S)

health sciences




Comentários