A criança com estoma intestinal e sua família: implicações para o cuidado de enfermagem

AUTOR(ES)
FONTE

Texto & Contexto - Enfermagem

DATA DE PUBLICAÇÃO

01/06/2011

RESUMO

O estudo teve como objetivo identificar o conhecimento do cuidador familiar frente aos cuidados da criança com estoma intestinal. Trata-se de uma pesquisa convergente-assistencial, realizada em uma unidade cirúrgica de um hospital-escola pediátrico. Participaram do estudo sete mães de crianças com estoma intestinal. Conduziu-se a coleta de dados mediante entrevistas semiestruturadas, com análise qualitativa dos dados. Emergiram três categorias: as dificuldades diante da nova situação; o cuidado que necessita de conhecimento específico; e a percepção da família diante do cuidado realizado pela equipe de saúde. Identificamos que, quando o cuidado é prestado de forma integral, buscando o bem-estar e a compreensão do paciente e familiar, o retorno ao lar e a rotina diária são mais fáceis e estes sentem-se mais seguros para aderir às novas condições estabelecidas frente ao mundo desconhecido daqueles que vivenciam a situação de estar com um estoma.

ASSUNTO(S)

criança estoma enfermagem família

Documentos Relacionados