Uso da ampicilina sódica e cloranfenicol no controle de contaminantes na micropropagação de bananeira 'Thap maeo'

AUTOR(ES)
FONTE

Rev. Ceres

DATA DE PUBLICAÇÃO

2014-06

RESUMO

A micropropagação vem sendo desenvolvida e aperfeiçoada para elevar a taxa de multiplicação de plantas em curto espaço de tempo e melhorar a qualidade da produção de mudas. Contudo, a contaminação microbiana é um dos maiores problemas desta técnica. Este trabalho teve por objetivo avaliar a eficiência da descontaminação de explantes de bananeira durante o estabelecimento in vitro, com o uso dos antibióticos ampicilina sódica e cloranfenicol adicionados ao meio de cultura. O delineamento experimental utilizado foi o inteiramente casualizado constituído de cinco tratamentos e cinco repetições, sendo cada repetição representada por cinco explantes em diferentes concentrações de ampicilina sódica e cloranfenicol por vinte minutos. Os antibióticos foram adicionados separadamente ao meio de cultura em concentrações de 0, 5, 10, 15 e 20 mg L-1. Os dados foram submetidos à análise de variância e as médias comparadas pelo teste F e análise de regressão. Foram avaliadas as porcentagens de contaminação por bactérias, fungos e oxidação dos explantes. Os resultados permitiram concluir que os antibióticos apresentaram controle sobre contaminantes endógenos nos explantes de banana 'Thap maeo'. A concentração de 20 mg L-1 dos antibióticos ampicilina sódica e cloranfenicol proporcionou redução de 70% na infecção por bactérias e fungos.Micropropagation has been developed to enhance the multiplication rate in a short time and improve seedling quality. However, microbial contamination is a major problem in micropropagation. This study aimed to evaluate the efficiency of decontamination of banana explants during in vitro establishment with the addition of the antibiotics sodium ampicillin and chloramphenicol to the culture medium. The experiment was arranged in a completely randomized design, consisting of five treatments and five replicates. Each replicate consisted of five explants in different concentrations of sodium ampicillin and chloramphenicol for twenty minutes. Antibiotics were added separately to the culture medium at concentrations of 0, 5, 10, 15 and 20 mg L-1. The data were analyzed using ANOVA and the means were compared by F test and regression analyses. We evaluated the percentage of contamination by bacteria, fungi and oxidation of the explants. The results showed that antibiotics had control over endogenous contaminants in 'Thap maeo' banana explants. The concentration of 20 mg L-1 of each antibiotic reduced in 70% the incidence of bacteria and fungi.

ASSUNTO(S)

agricultural sciences biological sciences

Documentos Relacionados