POVOAMENTO DOS ESTRATOS CONCEITOS 6 E 7 NO SISTEMA DE AVALIAÇÃO DA CAPES PELA ÁREA DE ADMINISTRAÇÃO, CIÊNCIAS CONTÁBEIS E TURISMO NAS AVALIAÇÕES TRIENAIS 2010 E 2013

AUTOR(ES)
FONTE

REAd. Rev. eletrôn. adm. (Porto Alegre)

DATA DE PUBLICAÇÃO

2014-12

RESUMO

O modelo brasileiro de produção da ciência e tecnologia tem como principal vetor os programas de pós-graduação, que se apropriam dos parâmetros e dos resultados do Sistema de Avaliação da CAPES para estabelecer as metas visando o seu próprio desenvolvimento. Este estudo visa responder a seguinte questão: Como se caracteriza o povoamento dos estratos conceitos 6 e 7 da área de Administração, Ciências Contábeis e Turismo nas Avaliações da CAPES? O objetivo desta pesquisa é, portanto, discutir a respeito do povoamento dos conceitos 6 e 7 pela área de Administração, Ciências Contábeis e Turismo nas avaliações trienais de 2010 e 2013, comparativamente com as demais áreas que compõe o sistema de avaliação da CAPES. O estudo, de caráter exploratório, foi baseado na análise de dados secundários disponibilizados pela CAPES, com os resultados das avaliações trienais de 2010 e 2013. Os resultados demonstraram que, apesar do crescimento percentual da produção científica em periódicos A1 e A2 e da elevação do percentual de formação de doutores em comparação com as demais áreas de conhecimento, a área não obteve crescimento do povoamento dos estratos 6 e 7 na avaliação trienal de 2013 em relação a trienal de 2010. Essa situação induz distorções no sistema de avaliação, pois a despeito das principais variáveis analisadas indicar a evolução da área, os resultados finais, com a atribuição dos conceitos 6 e 7 aos programas, não retratam esse progresso. Assim sendo, o aumento da ocupação desses estratos nas avaliações trienais poderá corrigir essas contradições e, ao mesmo tempo, permitir que programas utilizem as informações oriundas da avaliação como subsídio para sua gestão, visando o seu aprimoramento e possibilitando o desenvolvimento da área.The Brazilian production model of science and technology has as main vector the graduate programs, which use parameters and results of the Evaluation System of CAPES to establish goals for their own development. This study aims to answer the following question: How to characterize the population of levels 6 and 7 by Administration, Accounting and Tourism area in CAPES evaluation program? The objective of this research is, therefore, to discuss about the population of the levels 6 and 7 by Administration, Accounting and Tourism area in triennial evaluations of 2010 and 2013, compared with other areas which are included in CAPES evaluation program. The exploratory study was based on analysis of secondary data provided by CAPES, with the results of the triennial reviews of 2010 and 2013. Results showed that although the growth of percentage scientific production percentage in A1 and A2 journals and rising percentage of doctoral education in comparison with other areas of knowledge, this area didn't achieve growth of population of levels 6 and 7 in the triennial review in 2013 compared to 2010. This scenario induces distortion in the evaluation system, because, despite main analyzed variables indicate the evolution of the area, the final results, with the assignment of concepts 6 and 7 to the programs, don't reflect this progress. Thus, the increased population of these strata in triennial evaluations can correct these contradictions and at the same time allow programs to use the information from the evaluation as an aid to management, aiming its improvement and enabling the development of the area.

ASSUNTO(S)

applied social sciences

Documentos Relacionados