O cuidado de enfermagem aos doadores de sangue - a perspectiva da integralidade

AUTOR(ES)
FONTE

Esc Anna Nery

DATA DE PUBLICAÇÃO

31/08/2013

RESUMO

O objetivo deste estudo foi analisar a lógica que opera no campo do cuidado de enfermagem aos doadores de sangue. MÉTODOS: Estudo descritivo, com abordagem qualitativa, à luz da etnometodologia, aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa do HUCFF sob o número de protocolo 138/07. Foram entrevistados 26 doadores de sangue entre 18 e 65 anos de ambos os sexos. RESULTADOS: Apresenta-se a lógica que opera no campo do cuidado de enfermagem aos doadores de sangue, destacando-se o modelo biomédico vigente na micropolítica local em tensa relação com a proposição da integralidade como eixo norteador do cuidado na macropolítica de saúde. CONCLUSÃO: Este é um cenário com possibilidades para a transição entre as tecnologias de saúde, sem a proposição de uma nova forma de modelar a demanda, mas com a proposta de que é possível, no espaço micropolítico, que as enfermeiras encampem os pressupostos do SUS tendo a integralidade como eixo norteador nas relações e nas práticas cotidianas do cuidado. OBJECTIVE: To analyze the operative rationale in the field of nursing care provided to blood donors. METHOD: This is a descriptive, qualitative study, with an ethnomethodological approach. The study was approved by the Institutional Review Board at HUCFF (protocol No. 138/07). A total of 26 blood donors aged between 18 and 65 years old, both genders, were interviewed. RESULTS: Present the operative rationale in the field of nursing care provided to blood donors, highlighting the biomedical model existing in the local micro-politics with a tense relationship with the proposition of integrality as a guiding axis of care in health macro-politics. CONCLUSION: This is a possible scenario for transitioning between health technologies, without intending to impose a new way to model the demand for healthcare, but proposing what is possible within the micro-political space, where nurses encompass the SUS assumptions with integrality as the guiding axis of daily relationships and care practices.

ASSUNTO(S)

health sciences

Documentos Relacionados