Distúrbios osteomusculares e fatores associados em coletores de lixo de duas cidades de porte médio do sul do Brasil

AUTOR(ES)
FONTE

Rev. dor

DATA DE PUBLICAÇÃO

28/02/2014

RESUMO

JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: Os coletores de lixo estão constantemente expostos a alta exigência física e condições ergonômicas precárias no trabalho. O objetivo deste estudo foi verificar a prevalência de distúrbios osteomusculares e fatores associados em coletores de lixo de duas cidades de porte médio do sul do Brasil. MÉTODOS: Este estudo caracterizou-se como observacional transversal do tipo censo. A população foi composta por todos os coletores de lixo das cidades de Pelotas e Rio Grande, RS. A coleta de dados foi realizada por meio de um questionário contendo questões relativas a variáveis sociodemográficas, econômicas, nutricionais e comportamentais. A prevalência de distúrbios osteomusculares foi avaliada através do Questionário Nórdico de Sintomas Osteomusculares. RESULTADOS: Foram entrevistados todos os 127 coletores de lixo. A prevalência de distúrbios osteomusculares nos últimos 12 meses foi de 88,2%. Dentre os trabalhadores acometidos, 94,5% não apresentavam qualquer dor antes de exercerem a atividade de coleta de lixo. As regiões do corpo mais acometidas foram pernas, joelhos e coluna lombar, respectivamente. Após análise multivariável apenas o índice de massa corpórea permaneceu associado aos distúrbios osteomusculares. CONCLUSÃO: A prevalência de sintomas osteomusculares entre coletores de lixo do sul do Brasil é alta. Estratégias adequadas de prevenção são necessárias. BACKGROUND AND OBJECTIVES: Solid waste collectors are constantly exposed to high physical demands and precarious ergonomic conditions at work. This study aimed to identify the prevalence of osteomuscular disorders and associated factors among solid waste collectors of two middle-sized cities from Southern Brazil. METHODS: This was an observational cross-sectional census study. Population was made up of all solid waste collectors of the cities of Pelotas and Rio Grande, RS. Data were collected through a questionnaire with sociodemographic, economic, nutritional and behavioral variables. Prevalence of osteomuscular disorders was evaluated with the Nordic Questionnaire for Osteomuscular Symptoms. RESULTS: All 127 solid waste collectors were interviewed. Prevalence of osteomuscular disorders in the last 12 months was 88.2%. Among affected workers, 94.5% reported no pain before starting collecting solid waste. Most affected body regions were legs, knees and lumbar spine, respectively. After multivariate analysis, only body mass index remained associated to osteomuscular disorders. CONCLUSION: The prevalence of osteomuscular symptoms among solid waste collectors in Southern of Brazil is high. Adequate prevention strategies are needed.

ASSUNTO(S)

health sciences

Documentos Relacionados