Desnervação simpática renal no tratamento da hipertensão arterial resistente : perspectivas atuais

AUTOR(ES)
FONTE

Arq. Bras. Cardiol.

DATA DE PUBLICAÇÃO

30/09/2013

RESUMO

Os autores revisam o conceito de hipertensão arterial resistente e o envolvimento do sistema nervoso simpático na hipertensão arterial como base racional para a técnica de desnervação simpática renal (DSR), realizada por via percutânea. A presente revisão é resultado de uma busca ativa de artigos científicos com o nome "renal denervation" na base de dados Medline e PubMed. A técnica e os dispositivos empregados no procedimento são apresentados, bem como os resultados clínicos em seis, 12 e 24 meses após a intervenção com o cateter Symplicity. Observam-se reduções expressivas e progressivamente maiores da PAS e PAD após a DSR. A taxa de complicações foi mínima. Novos dispositivos para a DSR e respectivos estudos clínicos em andamento são citados. Em conclusão, a DSR apresenta-se como um procedimento efetivo e seguro para a abordagem da hipertensão arterial resistente. Resultados de estudos em andamento e tempo maior de seguimento desses pacientes são aguardados para confirmar os resultados iniciais e colocar em perspectiva a ampliação da utilização do procedimento na abordagem da hipertensão arterial.The authors review the concept of resistant hypertension and the involvement of the sympathetic nervous system in hypertension as a rational basis for the technique of renal sympathetic denervation (RSD) performed percutaneously. This revision is the result of an active search for scientific articles with the term "renal denervation" in the Medline and PubMed databases. The techniques and devices used in the procedure are presented, as well as clinical outcomes at six, 12 and 24 months after the intervention with the Symplicity catheter. Significant decreases and progressively higher reductions of systolic and diastolic blood pressure were observed after RSD. The complication rate was minimal. New devices for RSD and its ongoing clinical studies are cited. In conclusion, the RSD presents itself as an effective and safe approach to resistant hypertension. Results from ongoing studies and longer follow-up of these patients are expected to confirm the initial results and put into perspective the expansion of the procedure use in hypertension approach.

ASSUNTO(S)

health sciences

Documentos Relacionados