Caracterização morfológica e imuno-histoquímica de lesões em casos de aborto bovino bacteriano e viral no sul de Minas Gerais

AUTOR(ES)
FONTE

Pesq. Vet. Bras.

DATA DE PUBLICAÇÃO

2014-10

RESUMO

O presente estudo avaliou a participação de agentes bacterianos e virais em abortos em bovinos de propriedades rurais do sul de Minas Gerais. Foi realizada análise histopatológica e imuno-histoquímica dos casos de aborto recebidos pelo Setor de Patologia Veterinária da Universidade Federal de Lavras no período de 1999 a 2013. De 60 fetos analisados, em 30 (50%) foram observadas lesões microscópicas. Destes, oito apresentavam lesões compatíveis com infecção por agentes bacterianos e três apresentaram lesões sugestivas de agentes virais. Dos abortos bacterianos, um feto tinha lesões compatíveis com leptospirose, caracterizadas por icterícia e colestase, nefrite intersticial linfoplasmocítica e nefrose tubular. Sete fetos apresentaram pneumonia ou broncopneumonia purulenta; num deles havia também pleurite e peritonite fibrinosas; e em dois desses fetos houve imunomarcação para Brucella abortus. Dos três fetos com lesões sugestivas de aborto viral ocorreu imunomarcação anti-Herpesvírus bovino em um. Os resultados demonstram a ocorrência de abortos de origem bacteriana e viral na Região do estudo e que medidas profiláticas devem ser adotadas nas propriedades. O trabalho demonstra também que a imuno-histoquímica (IHQ); associada à histopatologia; é uma ferramenta útil e viável para o diagnóstico, especialmente quando provas microbiológicas e/ou sorológicas não estão disponíveis.The paper evaluates the participation of bacterial and viral agents in bovine abortions in farms of southern Minas Gerais state, Brazil. Histopathological and immunohistochemical analysis was performed in aborted fetuses of cattle received by the Setor de Patologia Veterinária, Universidade Federal de Lavras, from 1999 to 2013. From 60 fetuses studied, 30 (50%) had microscopic lesions. From these, eight had lesions consistent with bacterial agents and three had lesions suggestive of viral agents. In the bacterial abortions, one fetus presented lesions compatible with leptospirosis, characterized by jaundice, cholestasis, lymphoplasmacytic intersticial nephritis, and tubular nephrosis. Seven fetuses had purulent pneumonia or bronchopneumonia and one of them had also fibrinous pleuritis and peritonitis; two of them presented positive immunostaining for Brucella abortus. One of the three fetuses with lesions of viral infection revealed positive imunostaining for bovine herpesvirus. The results showed that abortions of bacterial and viral origin occur in the Region of this study and prophylactic measures should be adopted on the farms. This study also demonstrates that immunohistochemistry associated with histopathology is a useful and viable tool for the diagnosis, especially when microbiological and/or serological tests are not available.

ASSUNTO(S)

agricultural sciences

Documentos Relacionados