Adubação potássica aplicada por fertirrigação e pelo método convencional na cultura do amendoim

AUTOR(ES)
FONTE

Rev. bras. eng. agríc. ambient.

DATA DE PUBLICAÇÃO

30/09/2013

RESUMO

Com este trabalho objetivou-se avaliar doses de potássio aplicadas via fertirrigação por gotejamento e de forma convencional sobre a produtividade do amendoim. O experimento foi conduzido em campo, em Argissolo Vermelho Amarelo, em Fortaleza, Ceará. O delineamento experimental utilizado foi o de blocos ao acaso em esquema fatorial com tratamento adicional [(3 x 2) + 1] e quatro repetições, sendo estudados os fatores doses de K (D1 - 25, D2 - 50 e D3 - 100 kg ha-1) e duas formas de aplicação (F1 - Fertirrigada e F2 - Convencional) e um tratamento adicional (controle). Aos 90 dias após a semeadura foi realizada a colheita retirando-se, ao acaso, 5 plantas úteis da linha central de cada tratamento, em cada bloco. As plantas foram separadas por tratamento e acondicionadas em estufa telada por cinco dias para a secagem das vagens. As variáveis avaliadas foram: número de frutos por planta, massa de vagem, produtividade, massa de 100 sementes e tamanho de vargem. A dose de potássio aplicada de forma fertirrigada, que maximizou a produtividade (1.530,68 kg ha-1) da cultura do amendoim foi estimada em 69,39 kg ha-1 de K2O e, se aplicada pelo método convencional, em 65,80 kg de K2O, proporcionaria uma produtividade máxima estimada em 1.092,22 kg ha-1.The objective of this study was to evaluate the influence of potassium doses on peanut yield, when applied by drip fertigation or conventionally. The experiment was conducted in the field, in an Alfissol in Fortaleza, Ceará. The experimental design consisted of randomized blocks in a factorial arrangement plus one additional treatment [(3 x 2) + 1] and four replications, being studied three K doses (D1 - 25, D2 - 50 and D3 -100 kg ha-1) and two application methods (F1 - Fertigation, F2 - Conventional fertilizer application), plus one additional treatment (control). At 90 days after sowing, harvesting was performed, with 5 plants being taken at random from the central line of each treatment, in each block. These plants were separated by treatment and placed in a screened greenhouse for five days, for the pods to dry. The evaluated variables were: number of fruits per plant, pod weight, yield, 100 seed weight and pod size. The fertigated potassium dose corresponding to the maximum peanut crop yield (1530.68 kg ha-1) was estimated at 69.39 kg ha-1 of K2O. As to the conventionally applied potassium dose that maximized yield was estimated at 65.80 kg ha-1 of K2O, corresponding to a maximum peanut crop yield of 1092.22 kg ha-1.

ASSUNTO(S)

agricultural sciences

Documentos Relacionados