A vivência das profissionais do sexo

AUTOR(ES)
FONTE

Saúde debate

DATA DE PUBLICAÇÃO

31/08/2013

RESUMO

Estudo qualitativo, de caráter exploratório, envolvendo 10 profissionais do sexo feminino, realizado em Pau dos Ferros/RN. Aplicou-se entrevista semiestruturada. Buscou-se conhecer a prática sexual, analisar a vulnerabilidade e avaliar as necessidades em saúde das profissionais do sexo. A partir da análise de conteúdo, categoria temática, percebe-se a atividade como profissão, já que as entrevistadas atuam no ramo da prostituição pela renda gerada. Foi avaliado que a aceitação da família é um obstáculo e que as visitas à unidade de saúde se resumem a consultas ou à coleta de Papanicolau. É importante que se programem ações que promovam a melhoria do conhecimento em saúde, os direitos e deveres em saúde e cidadania, proporcionando uma melhora na assistência prestada a essa categoria profissional.This qualitative study was exploratory, involving 10 female professionals in Pau dos Ferros/RN. A semi-structured interview was applied. This research aimed to know the sexual practice, to analyze the vulnerability of female sex workers and to assess their health needs. From the content analysis, thematic category, the activity was perceived as a profession for its income generation. Family acceptance is an obstacle and visits to the health unit boils down to exams or Pap smears. It is important to proram actions that improve health knowledge, rights and duties under health and citizenship, providing improved healthcare into this category.

ASSUNTO(S)

health sciences




Comentários