A INFLUÊNCIA DOS VALORES RELATIVOS AO TRABALHO NAS DECISÕES DE CARREIRA: UM ESTUDO SOBRE AS PERSPECTIVAS DE DISCENTES DE INSTITUIÇÕES DE ENSINO SUPERIOR

AUTOR(ES)
FONTE

REAd. Rev. eletrôn. adm. (Porto Alegre)

DATA DE PUBLICAÇÃO

2014-12

RESUMO

Este estudo tem como objetivo analisar a influência dos Valores Relativos ao Trabalho sobre as Âncoras de Carreira, a partir da perspectiva de discentes de instituições de ensino superior. Para o alcance deste objetivo, partiu-se de duas perspectivas teóricas: a abordagem de Valores do Trabalho proposta por Ros, Schwartz e Surkis (1999) e Porto e Pilati (2010) e as Âncoras de Carreira propostas por Schein (1993). Visando atingir o objetivo do estudo, realizou-se uma pesquisa quantitativa, de caráter descritivo do tipo survey. O instrumento preenchido por 958 discentes foi baseado na Escala Revisada de Valores Relativos ao Trabalho (EVT-R), de Porto e Pilati (2010), e no Inventário de Âncoras de Carreira, desenvolvido por Schein (1993). Considerando o modelo proposto, optou-se por trabalhar com modelagem de equações estruturais. Os principais resultados encontrados expõem que os valores prioritários entre os discentes investigados, foram Segurança e Realização. Em relação à carreira, houve o predomínio das âncoras Segurança/estabilidade e Desafio Puro. Ainda, a análise do modelo estrutural permitiu identificar que o construto Valores do Trabalho explica 30,5% (R2) da variância do construto Âncoras de Carreira. De maneira geral, tal achado sustenta a importância das demandas internas, representadas pelos valores que os indivíduos atribuem ao trabalho, sobre as decisões de carreira, pressuposto esse com poucas evidências empíricas, até então.The aim of this study is to analyze the influence of values related to work over the values related to it over career anchors, from university students' perspective. To achieve the objective, two theoretical perspectives were assumed: the work values' approach proposed by Ros, Schwartz and Surkis (1999) and Porto and Pilati (2010) and the career anchors proposed by Schein (1993). To achieve the article's purpose a quantitative research has been made with a descriptive character like survey. The research's instrument has been answered by 958 students based on Revised Scale of Work Values ​​(EVT-R) from Porto and Pilati (2010) and inventory of Career Anchors, developed by Schein (1993). Considering the model proposed, we have chosen to work with structural equation modeling. The main results found reveal that the priority values ​​among the students in the survey were Safety and Achievement. In relation to career, a predominance of anchors Security/stability and Pure Challenge could be found. The structural model analysis has also identified that the construct of Work Values ​​explains 30,5% (R2) of the construct of Career Anchors' variance. In general, this result stands the importance of internal demands, represented by values ​​that individuals attribute to work on career decisions, which still has this little empirical evidence.

ASSUNTO(S)

applied social sciences

Documentos Relacionados